quinta-feira, 24 de abril de 2014

Vereador Melque do Catimbau, comparece ao DER/PE para cobrar a agilização da Execução do Projeto do asfalto do Catimbau.




Na manhã do dia 23.04 (quarta-feira) o vereador Melque do Catimbau e o vice presidente da AGTURC, Enéas Albuquerque, compareceram a sede da Secretaria de Transporte do Estado de Pernambuco (DER), para cobrar junto ao referido órgão a execução do inicio do Projeto de Pavimentação da Rodovia Vicinal de acesso ao Vale do Catimbau (asfalto), pelo fato de até o presente momento o governo não ter iniciado as obras.

Segundo o senhor José Carlos Júnior (Coordenador de transporte e Trânsito do DER, o projeto já está em execução no que se refere à legalização das documentações por parte da empresa vencedora da licitação,  com previsão de chegada dos maquinários ao Catimbau no inicio do decorrer do mês de maio. As obras não tiveram iniciou na data prevista porque conta de não se tratar de uma recuperação de estrada, e sim, de uma implantação de uma nova Rodovia Vicinal.  


sexta-feira, 4 de abril de 2014

Secretária de Obras Miriam Briano e o Vereador Melque Bezerra visita rua que está sendo pavimentada...

Vice Prefeita Miriam Briano e o vereador Melque Bezerra (PR) visitou a Rua São Cristóvão e outras ruas do Distrito do Catimbau nesta sexta-feira (04). A rua está sendo pavimentada pela indicação do parlamentar, que está no primeiro mandato. O vereador está satisfeito com o avanço das obras e aproveita o momento para agradecer ao prefeito JONAS CAMELO e a Vice Prefeita MIRIAM BRIANO pela rua que está sendo pavimentada, como também vai ser pavimentada a rua Paulo de Albuquerque e duas pequenas travessas de ruas as quais eram alvos constantes de reclamações por parte dos moradores. Parabéns Jonas Camelo e Miriam Briano pela competência e dignidade.

domingo, 30 de março de 2014

Governador Eduardo Campos realiza um grande sonho da população Catimbauense


As 9h40 da manhã deste domingo 30.03 o governador Eduardo Campos concedeu a ordem de serviço do projeto de pavimentação do asfalto da rodovia vicinal de Acesso ao distrito do Catimbau. Foi um pedido do Prefeito Jonas Camelo e da Vice Prefeita Miriam Briano juntamente com o vereador Melque Bezerra. Visto que também o vereador esteve em Recife varias vezes como representante do Catimbau reunido com o secretário do DER - departamento de estradas e rodagens reivindicando a ordem de serviço, como também a Associação de Condutores de Turismo fez sua parte, pedindo ao governador através de faixas demonstrando o interesse da comunidade no desenvolvimento do turismo local.
 VEREADOR MELQUE COBRANDO O ASFALTO DO CATIMBAU ANTERIORMENTE
 VEREADOR MELQUE COBRANDO O ASFALTO DO CATIMBAU NO CENTRO DE ARTESANATO DE RECIFE
 VEREADOR MELQUE COBRANDO O ASFALTO DO CATIMBAU NO DER/PE AO SECRETÁRIO DE GOVERNO DO ESTADO E REVENDO AO MESMO TEMPO O PROJETO NO DEPARTAMENTO DE ESTRADAS E RODAGENS.

quinta-feira, 6 de março de 2014

Morre o deputado federal Sérgio Guerra




Faleceu na manhã desta quinta feira 06.03 por volta das 8h o Deputado Federal Sérgio Guerra no hospital Sírio Libanês em São Paulo, por conta de uma infecção pulmonar. O mesmo se tratava de um câncer no pulmão descoberto em setembro de 2012, de acordo com os médicos vinha sendo realizado um tratamento através de medicamento classificado de ultima geração, de acordo com informação do médico o deputado estava praticamente liberto do problema, no entanto em decorrência de uma infecção provavelmente de efeito colateral da medicação, conforme o ex-presidente do PSDB no estado Evandro Avelar, foi o que levo o Sérgio Guerra a óbito.  O corpo do parlamentar chega a capital pernambucana por volta das 8h no qual será velado até às 16 horas no plenário do Legislativo estadual, que após seguirá para o cemitério Morada da Paz, em Paulista, onde será cremado. O prefeito da Cidade de Jaboatão dos Guararapes, Elias Gomes, decretou luto de três dias no município em decorrência do falecimento do deputado federal

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Sem bancos, cidade do Piauí cria moeda própria


Foto: Sebrae
Segundo dados do Banco Central, 233 cidade brasileiras não possuem agências bancárias e 68 delas estão no Piauí. Longe dos principais centros urbanos do Piauí, São João do Arraial sofria com a falta de agências bancárias. O banco mais próximo estava a 20 quilômetros da cidade, localizada a 256 quilômetros da capital Teresina. Para resolver o problema e dinamizar a economia local, a cidade criou uma moeda própria, o Cocal.
Criado em dezembro de 2007, o Cocal melhorou a situação econômica da cidade. Os moradores precisavam comprar em outra cidade produtos básicos como roupas e alimentos. Francisco Chagas Lima, prefeito da cidade recém-emancipada de Matias Olímpio percebeu a necessidade de aumentar a circulação monetária da cidade, mas o montante gerado pela cidade não interessava aos grandes bancos.
O Banco dos Cocais é gerido pela sociedade civil, mas a prefeitura e outros órgãos fazem parte do conselho da instituição. O banco funciona para arrecadar as taxas públicas, pagamentos de contas e recebimento de benefícios como o Bolsa-Família. Reconhecido pelo Banco Central, o Cocal tem apenas uma restrição: só pode circular dentro de São João do Arraial.
A medida funcionou: somente nos dois primeiros anos, a circulação de cocais representou 25% de toda a economia de São João do Arraial, cerca de C$ 3 milhões. Hoje são C$ 25 milhões circulando na economia local. Um C$ custa R$ 1, mas quem compra em cocal tem 10% de desconto no preço - com isso, o dinheiro gerado em São João do Arraial não é gato em outros municípios. Solução criativa né? (vi no Portal do Empreendedor)

Presidente de Uganda assina lei que pune homossexualidade com prisão perpétua


Campala, 24 fev (EFE).- O presidente de Uganda, Yoweri Museveni, sancionou nesta segunda-feira uma lei que pune com prisão perpétua atos homossexuais "com agravantes", lei que endurece a perseguição de seu governo a uma orientação sexual já tipificada como crime.

Leia também:
Ricky Martin reitera apoio a Ellen Page, que assumiu em público ser lésbica
Papa pede coragem a cardeais para lidar com temas familiares delicados
A Lei Homofobia foi aprovada pelo Parlamento em dezembro, mas o presidente decidiu adiar sua entrada em vigor até saber os resultados de um estudo encarregado a um grupo de 14 cientistas.
O grupo concluiu que a homossexualidade "não é genética", mas uma opção derivada de uma conduta social "anormal".
Encarregado após as várias críticas recebidas por parte da comunidade internacional, o grupo sustenta que "o homossexualismo não é uma doença, mas simplesmente um comportamento anormal que é aprendido através das experiências da vida".
A sanção de hoje, transmitido pela televisão pública ugandense, o presidente referendou o relatório e disse que a homossexualidade é produto da educação recebida, e portanto um fator corrigível.
Também é dada por motivos econômicos, argumentou Musaveni, que chamou os homossexuais de "mercenários e prostitutas".
"Muitos de nossos homossexuais são mercenários. Na verdade, são heterossexuais e se transformam por dinheiro, são como as prostitutas", disse.
Musaveni afirmou ainda que não está preocupado com o efeito que a nova lei terá nas relações internacionais de Uganda.
"As relações entre países devem se basear na igualdade, não no servilismo. Posso aconselhar nossos amigos ocidentais a não transformem esse assunto em um problema, porque quanto mais o fizerem mais perderão", afirmou.
Na semana passada, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, advertiu que a assinatura dessa lei seria um retrocesso na proteção dos direitos humanos que complicaria a relação entre os dois países.
A minuta do projeto, transformado hoje em lei, foi apresentada em 2009 com penas tão severas como a condenação à morte pela comissão de atos de "homossexualidade com agravantes".
Isso incluiria o estupro homossexual, as relações homossexuais com menores de idade ou incapacitados ou quando o acusado seja portador do HIV. A revisão do texto substituiu a pena de morte por prisão perpétua.
Na semana passada, o presidente ugandense assinou outra lei contra a pornografia que, entre outros comportamentos "insidiosos", proíbe e pune o uso da minissaia. EFE

Com legalização, Colorado estima US$ 1 bilhão em venda de maconha em 2015



Foto: BuzzFeed


O Colorado foi o primeiro estado dos EUA a legalizar a maconha. Com isso, muitos negócios serão gerados a partir do uso medicinal e recreacional da planta e vão movimentar a economia local. Para o ano de 2015, o estado do meio oeste norte-americano estima vendas de US$ 1 bilhão nas lojas autorizadas a comercializar a droga. As informações são do site de notícias norte-americanoBuzzFeed.
Leia também:


John Hickenlooper, governador do Colorado, enviou uma nova proposta de orçamento para a Assembleia Legislativa estadual por conta dos novos recursos. A estimativa inicial previa vendas de US$ 400 milhões, mas a previsão foi reajustada devido à enorme procura. Com a nova estimativa, cerca de US$ 134 milhões vão entrar nos cofres do Colorado por meio de impostos, informa o jornal Denver Post.
Desse montante, o governo prevê o uso de US$ 105 milhões para prevenir o uso da maconha. Uma campanha voltada para os jovens vai gastar cerca de US$ 500 mil. Outros US$ 40 milhões serão usados para tratamento de viciados. O mais interessante: US$ 12 milhões serão investidos em saúde pública, US$ 30 milhões em segurança e US$ 40 milhões para a construção de escolas. É hora de legalizar a maconha no Brasil?